domingo, maio 17

Adivinha... "tão devotos que eles são"!

           

Iam subindo a Av.ª 25 de Abril, em Cacilhas, a acompanhar a procissão das velas, logo atrás da imagem de N.ª S.ª de Fátima, que veio visitar Almada no 50.º aniversário do Cristo-Rei. Quem são eles?

(Copiado na íntegra do blogue Infinito´s)

14 comentários:

Conceição Duarte disse...

mUITO LINDA A fÉ!
sOU DEVOTA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA! E TIVE A SORTE DE POR LÁ ESTAR VÁRIAS VEZES!

UM BEIJO, CON

CybeRider disse...

Mas porque é que não deixam os santos visitarem-se sózinhos?

Assim já eu não precisava de uma comitiva enorme a acompanhar-me para todo o lado, e assim...

Troll disse...

Então o cachet era para subir a avenida, dentro de um aquário?
Pelo valor, pensei que era coisa de strip, ou pelo menos uns amens ao vivo.

luisM disse...

Vocês desculpem lá, se tivesse gasto 200 000 euros, mesmo que dos contribuintes, para trazer a santinha a Almada e passeá-la na rua, também não a largava de vista, não fosse um coleccionador de santos levá-la para casa.
Tal e qual, com guarda-costas e tudo!
A velinha, como é óbvio é para alumiar o caminho, que estava escuro devido à multidão e às obstruções dos arranjos exteriores resultantes da existência do metropolitano, que é de superfície.

Quem, eventualmente, sugerir que é coisa eleitoralista, não passa dum energúmeno boateiro. A fé dos guardiões é verdadeira e desinteressada. Como consta nos livros, quando já esvaziámos a vida procuramos consolo no transcendente, porque é para sempre e não refila com o mau hálito!

Mariazinha disse...

Gostava de ver se um cheik Saudita
resolvesse oferecer a Almada uma mesquita.Será que a Maria Emília tambem vestiria uma burka?

Beijokas

má lingua disse...

Vocês são uns indecentes! Não vêm que assim sempre saiu mais barato. A mulher(zinha) para pagar as promessas (não as eleitorais)costuma ir a Fátima, assim poupou na viagem, ou nos sapatos porque acho que ela costuma ir a pé, ou a rastejar, que nojo!

sagher disse...

E os comunistas foram convertidos, era esse o segredo de fátima...
não sabiam?

Eu não sou má língua disse...

Oh Santa Hipóscrisia! Só faltava que viessem a mandar construir dois mausoléus em frente do outro num mosteiro, qual Pedro e Inês.

Ogre disse...

Noutro sítio alguém escreveu, "tão de votos que eles são" belo trocadilho.

Troll disse...

Há trinta anos os comunistas manifestavam outras fés.
A corrente mística actual estaria guardada no baú, ou resulta de uma falta de referências ideológicas e adopta a primeira fé que lhes passa ao pé? Não deve ser mero oportunismo político, pois não?

Deixo-vos com a fé de 1977. Será que a Mimi se lembra? O Matos nem era do PCP (será que já é ?). A mim dava-me arrepios, quando ouvia estes hinos ecoados por milhares de vozes, até parecia verdade.

Longos corredores nas trevas percorremos
sob o olhar feroz dos carcereiros
mas nem a luz dos olhos que perdemos
nos faz perder a fé nos companheiros.

Vá camarada mais um passo
que já uma estrela se levanta
cada fio de vontade são dois braços
e cada braço uma alavanca.

Cortam o sol por sobre os nossos olhos
muros e grades encerram horizontes
mas nós sabemos onde a vida passa
e a nossa esperança é o mais alto dos montes.

Vá camarada mais um passo
que já uma estrela se levanta
cada fio de vontade são dois braços
e cada braço uma alavanca.

Podem rasgar meu corpo à chicotada
podem calar meu grito enrouquecido
que para viver de alma ajoelhada
vale bem mais morrer de rosto erguido.

Vá camarada mais um passo
que já uma estrela se levanta
cada fio de vontade são dois braços
e cada braço uma alavanca.

Observador disse...

Não são devotos mas sim DE VOTOS.

Ogre disse...

Exactamente. Aliás ela deixou bem claro aqui há pouco mais de uma ano, quando se converteu (!) que são os católicos e não comunistas quem lhe dá os vostos.

Troll disse...

Acho que o meu amigo Manel Sagher é que tem razão. O tal segredo de Fátima, dizia respeito à conversão dos comunistas em fervorosos beatos.
Aleluia!

Silvares disse...

O que vale é que o Papa lembrou na mensagem que enviou para a nossa parvónia que o monumento foi um marco na luta anticomunista. Olha que bem!