quarta-feira, setembro 23

Com a campanha a terminar...

5 comentários:

Caçador disse...

Também já se vendeu essa, vai para algum conselho de administração?

Marreta disse...

Lirismos.

Anónimo disse...

E quem a compra?

mfc disse...

A poesia continua a ser uma arma...

CybeRider disse...

Neste belo mas aziago dia
Havia por cá eleições
Eu, apesar de incauto sabia
Que em defesa da democracia
Se iriam mover multidões

O que das sondagens se previa
Que o poder absoluto findasse
Trazia dois grandes em agonia
Mas não me causava fobia
Que o meu voto não aplacasse.

Para escolher quem ganharia
Vieram da cidade e das hortas
E eu apostava a lotaria
Que iriam fazer porcaria
Mas nunca que ganhasse o Portas.

:(